Primeira usina fotovoltaica flutuante de São Paulo está em fase de testes



A primeira usina fotovoltaica flutuante da região de São Paulo teve um investimento de 450 mil reais em equipamentos e está sendo testada na represa Billings.



A represa Billings, um dos maiores e mais importantes reservatórios de água da região metropolitana de São Paulo, está efetuando testes na primeira usina flutuante de energia solar fotovoltaica na região, no momento, estão colocando boias embaixo das placas solares, que deverão ficar sobre a água captando a energia solar.

O projeto prevê uma área de mil metros quadrados para esta usina e uma potência de 100 kW, até agora, foram gastos 450 mil reais nos equipamentos da usina. O teste terá duração de 90 dias e avaliará se poderão ser instaladas mais usinas flutuantes em outros locais do reservatório que abastece a cidade de São Paulo. Se o resultado for positivo, a pretensão é instalar mas usinas nas represas Billings e Guarapiranga.