Nordeste do Brasil gera 675 megawatts de energia solar e bate novo recorde



Uma das principais características do Nordeste brasileiro é a incidência do sol, que cobre os 9 estados localizados na região. Por isso e pelo aumento do uso da energia solar, segundo o Operador Nacional do Sistema, ONS, o Nordeste chegou a um novo recorde na geração de energia solar: a produção de 675 megawatts.



O Nordeste é a região brasileira que mais possui usinas solares e eólicas no país, o que explica a exportação de energia para as regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Sendo que só no dia 29 de agosto de 2018 foram exportados 2.055 MW médios. Como não só o Nordeste do Brasil, mas também todo o país, possui grande potencial para gerar energia solar fotovoltaica, a Empresa de Pesquisas Energética acredita, pelos seus estudos e pesquisas, que até 2026 as fontes de energia renovável aumentem em 41 gigawatts, com as usinas solares e eólicas.

Ainda segundo as informações das pesquisas, cada vez mais consumidores se tornam conscientes das vantagens de utilizar as energias renováveis, o que faz com que elas atraiam mais pessoas. A partir de 2020, é esperado que mil megawatts-pico sejam instalados para usar durante todo o ano para a fonte. E, de acordo com o Plano Decenal, o Brasil pode armazenar 10 gigawatts-pico de centrais solares e 3,5 gigas de geração distribuída solar. Conforme as pesquisas recentes, será progressivo o crescimento das fontes renováveis  em todos os estados do Brasil.