Fábrica Social inaugura sistema para captar energia solar



A Fábrica Social inaugurou a pouco tempo um sistema que capta energia solar. Este sistema tem 18 placas solares fotovoltaicas e capacidade de 4,5 quilowatts, o que resulta em uma economia de até 95% na energia elétrica. A instalação ocorreu devido ao curso de instalação e manutenção de placas fotovoltaicas que a instituição oferece e que já formou 134 pessoas.



No Brasil, o Distrito Federal foi o pioneiro em disponibilizar este curso de instalação de sistemas de energia solar e, esta iniciativa, foi parte do programa Brasília Solar, que incentiva o uso da energia solar nos prédios públicos e nas escolas do Estado. A meta do programa, além de incentivar a todos, é tornar Brasília uma referência no Brasil como produtor de energia limpa renovável, sendo que o local tem muita potência natural e, por isso, é muito favorável para a captação da energia solar.

Foram 600 novos alunos inscritos na Fábrica Social para o curso de instalação e manutenção de sistemas de energia solar, além dos cursos de produção e cultivo de alimentos saudáveis, marcenaria e carpintaria, construção civil, confecção industrial em malharia e confecção industrial em máquina reta. De acordo com o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, a Fábrica Social é uma instituição muito importante, já que produz materiais para outros órgãos, como, por exemplo, lençóis e uniformes para os hospitais e, também, qualifica os profissionais para o mercado de trabalho.