Energia solar deverá ser utilizada nos prédios públicos do Piauí



No Estado do Piauí, a energia solar deverá ser utilizada nas escolas estaduais, hospitais e na rede hoteleira, de acordo com o Projeto de Lei número 12, apresentado pelo deputado Robert Rios, do PDT.



Ainda conforme estipulado neste projeto, todos os painéis solares e os aerogeradores deverão ser, no mínimo, 90% produzidos no Brasil, a exceção será somente para os equipamentos e objetos doados. Este projeto e investimento tem o objetivo de ajudar o Estado, pois, com a energia solar e eólica, será possível diminuir o gasto de eletricidade, além de evitar os danos ao meio ambiente. Segundo um relatório divulgado por especialistas, Piauí conseguirá economizar uma média de 4 milhões de reais na conta de luz, em apenas um ano, utilizando energia renovável nos prédios públicos.

De acordo com o deputado, as fontes escolhidas foram o sol e o vento porque são fontes de energia renováveis e as mais expressivas no Planeta Terra, além de serem inesgotáveis. Com incentivo da ABIH, Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, os setores de turismo e hotelaria também começaram a investir na produção de energia renovável no Brasil. O Projeto apresentado cita o grande potencial do Estado do Piauí para utilizar o sol como fonte de energia, além de comprovar a economia que será gerada, pois, nestes últimos anos, houve um aumento abusivo dos valores de energia elétrica, portanto, medidas simples como estas são muito bem-vindas não só ao Estado, como ao país.