Aldeia indígena do Acre recebe sistema de energia solar



A aldeia indígena chamada Raimundo Vale, do povo Arara, localizada no Estado do Acre, fez a implantação de um sistema solar que poderá abastecer 80% da indústria local, além de oferecer energia elétrica para extrair produtos e para 39 famílias de três diferentes aldeias.



O projeto teve início no mês de dezembro de 2017, foi financiado pelo projeto de desenvolvimento sustentável do Estado do Acre e é resultado de uma parceria da cooperativa Pushuã, do povo Arara, junto à Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Sema. A meta deste projeto é que possam utilizar mais o cocão, fruta típica da região usado para o consumo e que possui um óleo que pode ser transformado em amêndoa seca e em carvão. Com o intuito de estruturar a cadeia de aproveitamento deste fruto e não prejudicar a natureza o projeto para implantar o sistema de energia solar foi criado, permitindo, assim, que todas as máquinas das aldeias possam trabalhar juntas de forma sustentável e econômica.

Para isso, foram instaladas placas de energia solar com capacidade de produzir 80% de toda a energia elétrica necessária, porém, a pretensão é aumentar para 100% esta capacidade, já que, no momento, 20% da energia elétrica ainda vêm dos geradores de eletricidade. A energia solar captada é utilizada nas máquinas que transformam o cocão em carvão e amêndoa seca. Este carvão é vendido para olarias e demais compradores e o lucro gera a renda das famílias indígenas participantes do projeto, ou seja, com esta iniciativa, além de colaborar com o meio ambiente, ainda é possível beneficiar a economia da aldeia.