Açude Castanhão, no Ceará, pode receber sistema de energia solar



O Governo do Ceará divulgou que tiveram início alguns estudos para a instalação de um sistema de captação de energia solar no açude Castanhão. De acordo com o projeto, este sistema terá capacidade de 45 megawatts de potência, na modalidade geração distribuída.



Segundo informações do Governo do estado do Ceará, dois dos quatro consórcios participantes do edital de Procedimento de Manifestação de Interesse podem realizar o projeto de instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica no canal adutor do açude Castanhão, localizado na região metropolitana de Fortaleza.

Até o momento, a estimativa de valor deste projeto é de R$ 1,44 milhão. Porém, as propostas foram menores do que o valor previsto pela Secretaria dos Recursos Hídricos, responsável pelo projeto, já que um grupo ofereceu R$ 1,42 milhão e o outro R$ 1,39 milhão para fazer a pesquisa. No momento, os consórcios devem apresentar nove estudos para, depois, o Governo decidir qual a melhor proposta.

Este projeto tem como meta aproveitar da melhor maneira a infraestrutura de adução para gerar energia solar fotovoltaica e, assim, promover a cadeia produtiva do setor, incentivar a sustentabilidade ambiental e diminuir o valor da conta de energia elétrica do Estado e das suas entidades estatais.